Antes de se tornarem estrelas de Hollywood, e ganhar uma fortuna de dar inveja em muita gente, algumas celebridades tiveram um passado da qual não teriam muito do que se orgulhar. Para pagar as contas ou mesmo para ganhar um extra, algumas dessas celebridades se envolveram na venda de entorpecentes e passaram mal bocados evitando serem pegos pela polícia. Outros famosos passaram anos na prisão por conta do tráfico de drogas. Descubra quem são as 10 celebridades que já venderam drogas antes da fama.

 

 

1. 50 Cent

50 Cent, nome verdadeiro Curtis Jackson, nunca negou o seu passado obscuro. Da mãe, que foi assassinada quando ele tinha apenas 8 anos de idade, ele herdou a carreira de traficante atuando nas ruas de Queens em Nova Iorque.
O rapper iria passar a viver com a sua avó, mas os tempos ainda eram difíceis. Em sua adolescência, Curtis precisava de dinheiro e sua única saída para consegui-lo foi vendendo drogas com sua mãe fazia. Em decorrência do tráfico, Curtis foi baleado 9 novembro em 2000 durante uma briga com seus fornecedores. Depois disso ele iniciou carreira musical e vendeu em torno de 30 milhões de discos mundialmente.

2. Frank Ocean

Um dos compositores favoritos entre os músicos, o cantor e compositor Frank Ocean revelou em uma entrevista à revista Oyster em 2013 sobre seu passado obscuro no mundo do crime. Ocean, que hoje compõe músicas para celebridades como a cantora Beyonce, confessou ter vendido drogas enquanto estava no colégio. Ele também declarou que por não ter tido uma figura paterna em sua vida, não conheci valores como certo e errado, e que também não teve nenhuma instrução na vida de como proceder e se tornar uma pessoa boa.

3. Mark Wahlberg

Mark Wahlberg sempre teve fama de ovelha negra. Abandonou a escola aos 14 anos de idade e decidiu se tornar membro de uma gangue e começou a vender e usar drogas. Ao mesmo tempo, seu irmão famoso Donnie alcançava sucesso com a banda New Kids on the Block , quem nao se lembra deles? Mark ao contrário continuou sua carreira no crime chegando ao ponto de deixar uma homem parcialmente cego com um soco durante uma briga violenta.

4. T.I.

Antes de se tornar um rapper famoso, TI ou Clifford Joseph Harris Jr., era conhecido por vender drogas pelas ruas de Atlanta na Georgia. Chegou a ser preso por tráfico na década de 90, como ele revelou em uma entrevista em 2007. Revelou também que ele tentava ser independente através do dinheiro que ganhava com o crime. Ele ainda confessou que essa era a única fonte de renda que tinha para sustentar sua família e que, na época, ele e a mãe eram os únicos provedores da família.

5. Kid Rock

Após fugir de casa aos 15 anos, Kid Rock começou a vender drogas. Ele se juntou a uma gangue chamada “Best Friends” e ganhava com o tráfico o suficiente para se sustentar. Felizmente, apesar de ter iniciado a vida no crime, através do crime ele conheceu um voluntário que se dedicava a tirar jovens problemáticos das ruas. Esse voluntário o introduziu à sua banda (The beast crew) e ele passou a se apresentar pela cidade e fazer shows in bares. Mais tarde ele conheceu o produtor D-Nice que apresentou suas músicas à gravadora Jive Records. Daí para a frente, depois de assinar um contrato com a gravadora, sua carreira deslanchou para o sucesso.

6. Snoop Dogg

Segundo o depoimento da atriz Cameron Diaz, Snoop Dogg, Calvin Cordozar Broadus Jr.,  fumava e vendia maconha na escola Long Beach Polytechnic High School, escola que os dois frequentaram. Ela ainda confessou que comprou maconha dele no passado. Ela ainda o descreveu como um adolescente muito magro e que sempre usava rabo de cavalo. Hoje em dia ele possui uma licensa médica que o permite fumar maconha como remédio para aliviar suas dores de cabeça.

7. Fat Joe

Depois de se envolver com pessoas erradas durante a adolescência, Fat Joe (Joseph Antonio Cartagena) começou a vender drogas no sul de Bronx, bairro onde ele morava. Seu fascínio pelo hip-hop e o fato de que a maioria dos rappers fazia isso para viver, o influênciou a vender cocaína para sobreviver. Seu apelido era Joe Crack durante a sua carreira de traficante. Logo ele percebeu que a vida no crime nao estava ajudando a sua carreira e a promover sua música. Ele decidiu sair do crime e se dedicar somente à música, foi quando a gravadora Relativity Records o descobriu e ofereceu um contrato para ele lançar seu álbum de estréia.

8. Tim Allen

A carreira de Tim Allen como um comediante (stand-up) foi interrompida em 1978, quando o famoso ator foi preso com 650 gramas de cocaína no Aeroporto Internacional de Kalamazoo. Nos anos 70 as pessoas não acreditavam muito que poderiam ser pegas em aeroporto e presas por posse de drogas. Allen confesseu o crime e ainda contribui com a polícia indicando os traficantes que lhe venderam a droga, ou seja ainda foi um X9. Contribuindo com a justiça, ele evitou ser sentenciado à prisão perpétua e passar o resto de sua vida atrás das grades. Depois de cumprir 2 anos de prisão ele saiu da cadeia e pôde voltar a se dedicar à carreira de comediante. Nos anos 90 ele atraiu a atenção pelo seu talento e passou a gravar o show “Home improvement” chegando a ganhar $1 milhão por episódio.

9. Jay Z

Hoje Jay-Z (Sean Carter) é um dos homens mais ricos da indústria da música, mas 26 anos atrás, Jay era apenas mais uma adolescente tentando ganhar a vida com a venda de drogas no Brooklyn. O marido da cantora Beyoncé, Carter era bem conhecido em seu bairro por vender de tudo, da maconha a cocaína. Mesmo atuando no mundo das drogas, ele se manteve envolvido cenário musical, particularmente hip-hop. Ele começou a gravar seus próprios CDs e vende-los usando seu carro como “loja”. Eventualmente, com o sucesso de suas músicas, ele assinou um contrato com a gravadora Prioridade, que distribuiu seu primeiro álbum “Reasonable Doubt”. O álbum se tornou um sucesso de vendas atingindo 1,5 milhões de cópias nos Estados Unidos.

10. Notorious Big

O Notorious Big, também conhecido como Biggie ou Christopher Wallace, vendeu drogas durante os primeiros anos da adolescência para ganhar dinheiro. Sua mãe, que o criou sozinha, trabalhava em vários empregos para sustentar a família, mas ele não se conformava com a vida na pobreza. Ele se juntou com amigos e entregava o produto em vários pontos de venda no Brooklyn, oferecendo topos os tipos de drogas. Sua mãe o expulsou de casa quando encontrou um estoque de cocaína embaixo de sua cama, mais tarde Wallace foi preso e passou 9 meses na cadeia.

Ad Junior
Quanto Custam os Desfiles das Escolas de Samba?Fortuna de Katy Perry
Deixe uma resposta